Conferência de Alto Nível “Alterações Climáticas – Novos Modelos Económicos”

Decorreu no passado dia 26 de fevereiro, no âmbito da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, a Conferência de Alto Nível “Alterações Climáticas – Novos Modelos Económicos”.

A Ação Climática é uma prioridade para o Portugal, tendo este evento proporcionado uma oportunidade para troca de ideias e de experiências entre dezassete especialistas de diversas áreas. Prova da importância deste tema a nível internacional foi a participação alargada, tendo assistido virtualmente cerca de 2400 pessoas, oriundas de 86 países, dos cinco continentes, destacando-se a presença de participantes de todos os países da UE. Estiveram também representados diversos setores, nomeadamente os setores público, privado, I&D e NGO.

A sessão teve início com intervenções do Vice-Presidente Executivo da Comissão Europeia, Frans Timmermans, e do Primeiro-Ministro, António Costa.

Frans Timmermans realçou que a crise climática e de biodiversidade ameaça a nossa existência enquanto humanidade, e que que a pandemia demonstrou, de forma dura, como a saúde e o bem-estar dependem do bem-estar do planeta.

Na sua mensagem de boas-vindas, o Primeiro-Ministro, António Costa, recordou que a Europa assumiu o compromisso de ser o primeiro continente neutro em carbono até 2050, sendo este o aspeto central da visão inscrita no Pacto Ecológico Europeu, que estabelece uma nova estratégia de desenvolvimento e um roteiro para tornar a Europa sustentável. António Costa recordou também a principal prioridade da Presidência Portuguesa, a aprovação da Lei Europeia para o Clima. E acrescentou que Portugal é um dos países com metas ambientais mais ambiciosas para 2030.

O programa da conferência contou com a intervenção da Professora Mariana Mazzucato, sobre o tema Recuperação Europeia: Orientar um Crescimento Inclusivo e Sustentável, seguida de um painel de comentadores e de três mesas redondas com os temas Economia Circular e Alterações Climáticas, Bioeconomia e Alterações Climáticas e Geoestratégia das Alterações Climáticas.

A sessão de encerramento contou com intervenções dos Ministros do Ambiente do Trio de Presidências, Alemanha, Portugal e Eslovénia, tendo o Ministro João Pedro Matos Fernandes salientado que “A Europa, apesar das suas fragilidades, fazendo força das suas diferenças, tem uma enorme capacidade para liderar, para liderar pelo exemplo e pela inovação, à escala global. A Europa tem de ser a líder de um processo em que se cumpram metas ambientais ao mesmo tempo que se reforçam os processos de criação de riqueza e bem-estar, de justiça social e de fomento de oportunidades de negócio e de realização individual.”

 

Assista à gravação deste evento na página de youtube da Secretaria-Geral do Ambiente.

 

  

Última Actualização em 4 de Março, 2021

Partilhar este artigo
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp