Referências DPP

You are here:

Documentos de Referência – Departamento de Prospetiva e Planeamento (DPP)

A Secretaria-Geral congratula-se em disponibilizar alguns dos estudos e documentos produzidos pelo Departamento de Prospetiva e Planeamento:

AVALIAÇÃO DE IMPACTOS E MODELOS DE INPUT-OUTPUT

Avaliação do Impacto Macroeconómico do Quadro de Referência Estratégico Nacional 2007 – 2013 (QREN)

Avaliação do impacto macroeconómico dos QCA (1989-2006) e do QREN (2007-2013) com utilização dos modelos HERPOR 3 e MODEM 6C (trabalho publicado em 2011). 

Sistemas Integrados de Matrizes Input-Output para Portugal, 2008

Apresentação da metodologia e resultados da construção de sistemas simétrico de matrizes input-output para Portugal, 2008, desagregados por 85×85 produtos (trabalho publicado em 2011). 

Decomposition of Final Demand by products into Primary Input Contents – Methodology and Applications

Comunicação à 19.ª Conferência Internacional Input-Output, realizada em 2011, em Alexandria, EUA, de apresentação de uma metodologia para  a decomposição da procura final (por produtos e tipos de procura) nos respetivos conteúdos de inputs primários (importações, VAB, impostos e subsídios) e dos respetivos resultados para Portugal.  

Conteúdos de Inputs Primários da Procura Final – Portugal, 2005

Apresentação da metodologia e cálculos dos conteúdos importados, de VAB e de impostos (líquidos de subsídios) da Procura Final em Portugal, para 2005, por tipos de procura final e por 59 produtos (trabalho publicado em 2010). 

HERPOR 3 – A Macroeconometric Model for the Portuguese Economy

Apresentação da versão 3 do modelo macroeconométrico HERPOR, desenvolvido para a economia portuguesa (trabalho publicado em 2010). 

 O modelo MODEM 6C e o Impacto Macroeconómico de Políticas Públicas – Avaliação por tipos de despesa.

Apresentação da versão 6C do modelo multissectorial MODEM desenvolvido para Portugal e sua utilização na avaliação do impacto de políticas públicas, por tipos de despesa (trabalho publicado em 2010). 

A Multisectoral Model for Portugal with a Multiregional Extension

Comunicação apresentada na 17.ª Conferência Internacional Input-Output, realizada em 2009, em São Paulo, Brasil, sobre o modelo multissetorial com extensão multirregional desenvolvido para Portugal, MODEM 6A.  

Building a System of Symmetric Input-Output Tables – Application to Portugal, 2005

Comunicação à 17.ª Conferência Internacional Input-Output, realizada em 2009, em São Paulo, Brasil, de apresentação da metodologia seguida na construção de um sistema simétrico de matrizes input-output para Portugal.  

Sistema Integrado de Matrizes Input-Output para Portugal, 2005

Apresentação da metodologia e resultados da construção de um sistema simétrico de matrizes input-output para Portugal, 2005, desagregado por 59×59 produtos (utilizando a nomenclatura P60 da base 2000 das Contas Nacionais, SEC95) (trabalho publicado em 2008).

Avaliação do Impacto dos Programas Operacionais Regionais (QCA III) em 2000-2003

Avaliação do impacto nacional e regional da execução dos Programas Operacionais Regionais (POR) do QCA III,no período 2000-2003, com utilização do modelo MODEM 5 (trabalho publicado em 2005). 

Produção de Valor Acrescentado e Competitividade da Economia Portuguesa, no período de 1995 a 1999 

Quantificação e análise dos conteúdos de inputs primários da procura final para Portugal, relativos a 1995 (a preços correntes e a preços de 1999) e a 1999 (a preços correntes)  (trabalho publicado em 2004).

Sistema Integrado de Matrizes de Input-Output para Portugal, 1999 

Apresentação da metodologia e resultados da construção de um sistema simétrico de matrizes de input-output para Portugal, 1999, desagregado por 59×59 produtos (mais o ramo fictício para os empregos do SIFIM), utilizando o sistema de contas SEC95 e a base 1995 das Contas Nacionais (trabalho publicado em 2004).

Impacto do PIDDAC Executado em 1994-2002. Abordagem nas Ópticas da Oferta e da Procura

Avaliação do impacto macroeconómico do PIDDAC executado em 1994-2002 com utilização dos modelos HERPOR e MODEM 4i (trabalho publicado em 2004). 

Impactos da Variação dos Preços do Petróleo e do Dólar sobre o IPC – Índice de Preços Implícito no Consumo Privado

Avaliação do impacto de variações dos preços do petróleo e da taxa de câmbio do dólar face ao euro no índice de preços do consumo privado em Portugal, com utilização de um modelo de preços input-output (trabalho publicado em 2002).  

Avaliação ex-ante do Impacto dos Programas Operacionais Regionais do QCA III sobre o Emprego

Avaliação ex-ante do impacto dos Programas Operacionais Regionais do QCA III sobre o Emprego, a nível nacional e regional, com utilização do modelo MODEM 4A (trabalho publicado em 2001). 

Avaliação do Impacto Macroeconómico e Sectorial da EXPO′98 no período 1994-1998

Revisão (em 1998) da avaliação do impacto da EXPO′98 na economia portuguesa (no período 1994-1998) com utilização do modelo MODEM 3B (trabalho publicado em 1998). 

Avaliação do Impacto Macroeconómico e Sectorial da EXPO′98

Avaliação do impacto da realização da EXPO′98 na economia portuguesa (no período 1994-2010) com utilização do modelo MODEM 2 (trabalho publicado em 1996). 

Modelo Multissectorial para a Economia Portuguesa (MODEM) – 1ª versão (Apresentação sintética)

Apresentação da primeira versão do modelo multissectorial de base input-output (MODEM), desenvolvido para a economia portuguesa (trabalho realizado em 1992).

CENÁRIOS, ATORES E SUSTENTABILIDADE

A ECONOMIA BASEADA NO HIDROGÉNIO: O CAMINHO PARA UM NOVO PARADIGMA ENERGÉTICO?

Este artigo pretende explorar a questão do hidrogénio e de uma economia baseada no hidrogénio. Apontam-se os cenários alternativos e os caminhos (roadmaps tecnológicos) que alguns dos países mais desenvolvidos têm vindo a adoptar ou enunciam como mais prováveis, para se alterar e atingir um novo paradigma energético.

Dezembro de 2007

Cenários para a economia portuguesa no período pós-Quioto (2008)

Scenarios for the Portuguese economy in the post-Kyoto world (2008)

Análise das posições dos principais actores mundiais face ao regime pós-Kyoto (2008)

Cidades inovadoras e competitivas para o desenvolvimento sustentável (2007)

Última Actualização em 13 de Dezembro, 2023